Tudo sobre indicadores de manutenção: saiba como acompanhar

Tudo sobre indicadores de manutenção: saiba como acompanhar

Conferir indicadores de manutenção é essencial para manter a produtividade e eficiência da sua indústria ou empresa. Isso porque os KPI ‘s (sigla em inglês Key Performance Indicators) de manutenção tem como objetivo analisar a implementação ou o desenvolvimento de processos específicos dentro da companhia, ajudando na tomada de decisões. 

Vale lembrar que os tipos de manutenção predial – como a manutenção preventiva – ajudam a evitar danos sérios ao negócio, como interrupções nos processos e até mesmo perdas financeiras. Então, se a sua empresa ou condomínio não está conferindo todos os indicadores de manutenção, está correndo o risco de prejudicar os próprios resultados. 

Mas afinal, quais KPIs acompanhar? Você sabia que existem alguns indicadores capazes de evidenciar como está o andamento dos processos de manutenção? Dessa forma, é possível conferir os diferentes desempenhos que englobam desde equipamentos até gastos em serviços e muito mais. 

Pensando em ajudá-lo a entender melhor sobre o tema, preparamos este conteúdo com os indicadores de manutenção que podem transformar sua indústria, escritório ou condomínio. Continue a leitura!

O que são KPIs e para que servem?

São indicadores altamente relevantes para entender o desempenho de uma empresa, tanto no sentido estratégico quanto no operacional. O KPI (Key Performance Indicator) é uma forma de mensurar como as ações ou conjunto de iniciativas estão atendendo as necessidades e objetivos da empresa.  

O ponto principal é saber escolher os indicadores a serem analisados. Para as indústrias, por exemplo, existem alguns indicadores que auxiliam no dia a dia, como para entender a confiabilidade de uma máquina. 

Existem uma série de outros indicadores que podem ser analisados. É preciso reforçar a importância de escolher de acordo com as necessidades e objetivos da empresa. 

Um ponto importante a se lembrar é que o indicador de performance não é o mesmo que métrica. A métrica é apenas algo a ser medido. Quando a métrica se torna muito relevante para a estratégia, ela vira um KPI. Deu para entender?

Então, é sempre importante compreender o que pode ajudar na tomada de decisão dentro da sua companhia. Essa é a premissa básica para escolher qualquer KPI. 

Quais são as vantagens de analisar indicadores de manutenção?

Implementar corretamente os indicadores de manutenção traz uma série de benefícios para organizações de todos os portes e segmentos, como edifícios comerciais, escolas, escritórios e muito mais. 

Confira uma lista das principais vantagens obtidas ao analisar os KPI’s de manutenção: 

  • Diminui o backlog de manutenção;
  • Reduz custos com manutenção de empresas externas, como vistorias;
  • Melhora a confiabilidade dos equipamentos;
  • Aumenta a vida útil do maquinário;
  • Proporciona ganho de competitividade;
  • Melhora o gerenciamento interno;
  • Otimiza o estoque e eficiência da matéria prima;
  • Garante segurança entre os processos;
  • Torna o trabalho das equipes melhor.

Sendo assim, descobrir quais são os indicadores de manutenção da sua empresa é indispensável para atingir resultados cada vez melhores, tanto externamente quanto internamente. 

4 indicadores de manutenção que não devem ser esquecidos

Dentre os principais KPIs de manutenção, existem alguns indicadores que ajudam a identificar o desempenho alcançando vs o desempenho pretendido. Dessa forma, você consegue ter uma ideia de quais ações e estratégias devem ser priorizadas para atingir o patamar almejado. 

Separamos quatro indicadores de manutenção essenciais que vão auxiliar no cotidiano do seu prédio ou indústria. 

MTBF (Mean Time Between Failures)

Um importante indicador para o planejamento operacional da empresa, o MTBF indica o tempo médio entre as falhas de um equipamento, mensurando a sua confiabilidade.

O cálculo do MTBF é muito importante para indústrias que utilizam maquinários e sistemas para sua produção e que, consequentemente, precisam de manutenção.

Por exemplo: uma máquina trabalha 12 horas ao dia. Nesse tempo, ela apresenta quatro problemas sucessivamente. Em cada parada, foram necessários 15 minutos para o reparo, o que provocou 1 hora total de conserto de máquinas. Dessa forma, podemos calcular o MTBF da seguinte maneira:

MTBF = (12×60 – 60) / 4 = 165 minutos

O valor demonstra que, ao longo do período de 12 horas, a indústria deve se programar e considerar a falha a cada 165 minutos.

Os resultados desse indicador refletem diretamente o nível de produtividade para o negócio.

Quanto maior for o valor do MTBF, melhor. Afinal, indica que o equipamento em questão consegue operar por um tempo maior sem falhas, mantendo o ritmo de produtividade.

MTTR (Mean Time To Repair)

De maneira resumida, o MTTR é um indicador de desempenho de manutenção que indica o tempo que uma equipe leva para reparar determinado equipamento. Ou seja, o período que eles levam para consertar um maquinário, por exemplo. 

Para o cálculo, você precisa dividir o tempo total gasto com os reparos, dividindo também pelo valor total de reparos feitos dentro do período. Por exemplo:

MTTR = (5 + 10 + 15) / 3 = 10 minutos

Dessa forma, o tempo médio gasto para reparar algo na indústria é de 10 minutos. A fábrica deve estar ciente desse tempo para identificar problemas de inatividade. 

MPd e MP

O MPd é um tipo de monitoramento das iniciativas de manutenção preditiva. O resultado é feito a partir da fórmula: 

MPd = tarefas do plano de manutenção preditiva / ações programadas do plano x 100.

O MP, por sua vez, atende ao plano de manutenção preventiva e o cálculo é realizado da mesma maneira:

MP = tarefas de manutenção preventiva / ações agendadas do plano x 100.

Os dois indicadores servem para analisar as tarefas realizadas pela equipe de Facilities, por exemplo, permitindo possibilidades de otimização, redução ou identificação de deficiências e gargalos na operação.

Backlog de manutenção

O backlog nada mais é do que um indicador de tempo, e que pode ser usado na manutenção. Esse KPI mede o acúmulo de atividades pendentes para a finalização, mas que não estão atrasadas. 

O backlog é a soma da carga horária dos serviços planejados, programados, executados e pendentes. Para isso, é necessário entender o fluxo de trabalho em ambientes de planejamento, controle e manutenção.

Backlog é a soma dos valores de Homem-Hora aplicados em O.S (ordem de serviço) planejadas, pendentes, programadas e executadas, dividido pelo valor total do nosso Homem-Hora disponível.

Dessa forma, é possível compreender o volume de trabalho de um time e se está bastante excessivo ou não. 

Vale lembrar que em todos os indicadores de manutenção, a tecnologia tem um papel fundamental para gestão de companhias. Afinal, é possível coletar e gerenciar informações de KPIs de maneira mais fácil e confiável. 

Conte com uma empresa especializada neste tipo de serviço.Com isso, será feita uma análise crítica das necessidades e de quais indicadores de manutenção você precisa acompanhar, oferecendo todo o suporte tecnológico possível. Caso tenha interesse em conhecer, acesse nossa página de orçamentos e agende um atendimento.