Manutenção elétrica predial: O que deve ser acompanhado e como encontrar especialistas

Manutenção elétrica predial: O que deve ser acompanhado e como encontrar especialistas

Apesar de a manutenção predial elétrica ser fundamental para a garantia da segurança de todas as pessoas, a realidade é que nem todos levam esse procedimento a sério. 

Enquanto alguns prédios são totalmente rigorosos com a manutenção preventiva e com os reparos necessários, outros ficam anos vistoriar as instalações. 

Portanto é fundamental aprender qual é a importância desse tipo de manutenção, quais são os equipamentos que devem ser inspecionados e como encontrar especialistas que estejam capacitados para fazer a manutenção elétrica predial com segurança.

Em que prestar atenção durante a manutenção?

Muita gente nem mesmo sabe o que avaliar quando se faz a manutenção elétrica predial e, de fato, existem vários itens que têm de ser inspecionados para garantir que ninguém esteja em risco e que as instalações encontram-se em perfeito funcionamento. 

A seguir, os itens dos quais se deve ficar atento durante uma manutenção elétrica predial:

Cabeamentos

Os cabeamentos nada mais são do que os cabos que levam, por exemplo, internet, telefone e televisão para os moradores do prédio ou para as salas comerciais. 

Apesar de nem todos associarem o cabeamento à energia elétrica, esse tipo de cabo pode sim entrar em curto e fazer com que danos severos se espalhem pelas instalações. 

Além disso, é necessário estar com o cabeamento verificado porque impede que técnicos dos serviços mencionados acabem recebendo um choque elétrico quando fizerem algum reparo.

Conferir se há dispositivos para segurança

Normalmente, as pessoas pensam logo em alarme de incêndio como um dispositivo de segurança e não sabem mencionar outros. Porém, há outras tecnologias que fazem com que seja mais fácil manter a segurança, como o disjuntor eletromagnético e o Diferencial Residual.

É importante que o profissional que faz a manutenção elétrica predial não deixe de conferir se todos esses dispositivos de segurança estão devidamente calibrados e até se eles existem.

Caso contrário, é preciso escolher alguns dispositivos para aumentar a segurança dos prédios. 

Cuidar do quadro elétrico

Em todo prédio existe um quadro elétrico ou o que é chamado de quadro de energia. Nele ficam vários dispositivos que ativam a energia para o funcionamento da luz nos andares, nas salas comerciais, nos apartamentos e também ativam outros sistemas, tais como tomadas, etc.

Infelizmente, uma parte bem grande dos incêndios começa por causa de curto circuito nesses quadros e é por isso que verificar se ele está em boas condições é muito importante. Além de verificar a parte externa, que não deve estar enferrujada, por exemplo, é necessário conferir se os disjuntores estão conservados. 

Verificar sobrecarga

Toda a fiação elétrica do prédio tem um limite de carga e é importante que ele não seja ultrapassado porque, se isso acontece, o risco de um curto circuito é altíssimo. 

Dessa maneira, os especialistas têm de conferir se há sobrecarga elétrica e, se essa possibilidade se confirmar, também é preciso providenciar o aumento do limite de carga. 

Esse procedimento é indispensável para proteger o prédio de um incêndio e somente quem tem experiência em manutenção elétrica predial consegue detectar a sobrecarga com precisão.

Para raios

Os para raios nem sempre são associados à manutenção elétrica predial, mas eles são essenciais porque, se eles estiverem funcionando devidamente, vão impedir que uma descarga elétrica cause um curto circuito.

Sendo assim, o cuidado com os para raios, tendo certeza de que eles estão dentro da validade e de que são apropriados para reduzir as descargas. 

Não é qualquer um que encontra todos os reparos necessários

No que diz respeito a esse tipo de manutenção, não é possível barganhar: ou se escolhe um profissional capacitado ou se coloca em risco tanto o prédio quanto os seus ocupantes.

É possível afirmar isso porque não é qualquer pessoa que consegue determinar todos os reparos necessários: se o indivíduo não for um especialista, muitas das coisas que devem ser verificadas na manutenção predial elétrica acabam sendo deixadas de lado. 

É por isso que se deve confiar apenas em especialistas, que têm um “olhar calibrado”: são anos procurando por necessidade de reparos nos prédios mais diversos e essa experiência faz com que eles não demorem para notar quando há algum problema com potencial até mesmo para se transformar em um acidente sério.

Terceirizar é a melhor opção

Não é nada fácil encontrar um especialista que tenha a carga de conhecimentos necessária para identificar todos os possíveis acidentes elétricos que podem acontecer em um prédio. 

No entanto, é indispensável ter esse conhecimento porque qualquer eventual risco que não seja bem avaliado pode causar até mesmo morte. 

Sendo assim, qual é a melhor opção para garantir uma manutenção predial elétrica de qualidade, com um especialista com os conhecimentos necessários?

É simples: basta confiar na terceirização!

O melhor de tudo é que há empresas especializadas em manutenção elétrica e que prestam serviços para prédios. Com isso, existe muito mais certeza de que todas as instalações que podem trazer riscos serão analisadas, corrigidas e, claro, acompanhadas. 

Quando uma empresa especializada é contratada para cuidar da manutenção predial elétrica, ela pode ser acionada no caso de ocorrer qualquer problema com as instalações.

Veja motivos para a manutenção predial elétrica ser realizada

Patrimônio vale mais

O prédio que está com a sua manutenção em dia passa a valer mais no mercado, já que oferece segurança para quem negocia, seja para o aluguel de uma sala, seja para a compra do edifício todo.

Aumenta a vida útil da construção

É claro que os prédios podem se deteriorar de maneira séria e até definitiva quando acontece um curto circuito ou uma descarga elétrica severa. Por isso, a manutenção preventiva nas instalações elétricas, além da manutenção corretiva, é primordial para que a construção dure mais tempo. 

Proteção da vida

Não é apenas o patrimônio ou a parte material dos prédios que são prejudicadas quando ocorre um problema elétrico: vidas ficam em risco. 

Sendo assim, contratar um profissional com “olhar calibrado” para cuidar da manutenção predial elétrica é, na verdade, proteger a vida de todos os usuários do prédio avaliado. 

Tudo sobre indicadores de manutenção: saiba como acompanhar

Tudo sobre indicadores de manutenção: saiba como acompanhar

Conferir indicadores de manutenção é essencial para manter a produtividade e eficiência da sua indústria ou empresa. Isso porque os KPI ‘s (sigla em inglês Key Performance Indicators) de manutenção tem como objetivo analisar a implementação ou o desenvolvimento de processos específicos dentro da companhia, ajudando na tomada de decisões. 

Vale lembrar que os tipos de manutenção predial – como a manutenção preventiva – ajudam a evitar danos sérios ao negócio, como interrupções nos processos e até mesmo perdas financeiras. Então, se a sua empresa ou condomínio não está conferindo todos os indicadores de manutenção, está correndo o risco de prejudicar os próprios resultados. 

Mas afinal, quais KPIs acompanhar? Você sabia que existem alguns indicadores capazes de evidenciar como está o andamento dos processos de manutenção? Dessa forma, é possível conferir os diferentes desempenhos que englobam desde equipamentos até gastos em serviços e muito mais. 

Pensando em ajudá-lo a entender melhor sobre o tema, preparamos este conteúdo com os indicadores de manutenção que podem transformar sua indústria, escritório ou condomínio. Continue a leitura!

O que são KPIs e para que servem?

São indicadores altamente relevantes para entender o desempenho de uma empresa, tanto no sentido estratégico quanto no operacional. O KPI (Key Performance Indicator) é uma forma de mensurar como as ações ou conjunto de iniciativas estão atendendo as necessidades e objetivos da empresa.  

O ponto principal é saber escolher os indicadores a serem analisados. Para as indústrias, por exemplo, existem alguns indicadores que auxiliam no dia a dia, como para entender a confiabilidade de uma máquina. 

Existem uma série de outros indicadores que podem ser analisados. É preciso reforçar a importância de escolher de acordo com as necessidades e objetivos da empresa. 

Um ponto importante a se lembrar é que o indicador de performance não é o mesmo que métrica. A métrica é apenas algo a ser medido. Quando a métrica se torna muito relevante para a estratégia, ela vira um KPI. Deu para entender?

Então, é sempre importante compreender o que pode ajudar na tomada de decisão dentro da sua companhia. Essa é a premissa básica para escolher qualquer KPI. 

Quais são as vantagens de analisar indicadores de manutenção?

Implementar corretamente os indicadores de manutenção traz uma série de benefícios para organizações de todos os portes e segmentos, como edifícios comerciais, escolas, escritórios e muito mais. 

Confira uma lista das principais vantagens obtidas ao analisar os KPI’s de manutenção: 

  • Diminui o backlog de manutenção;
  • Reduz custos com manutenção de empresas externas, como vistorias;
  • Melhora a confiabilidade dos equipamentos;
  • Aumenta a vida útil do maquinário;
  • Proporciona ganho de competitividade;
  • Melhora o gerenciamento interno;
  • Otimiza o estoque e eficiência da matéria prima;
  • Garante segurança entre os processos;
  • Torna o trabalho das equipes melhor.

Sendo assim, descobrir quais são os indicadores de manutenção da sua empresa é indispensável para atingir resultados cada vez melhores, tanto externamente quanto internamente. 

4 indicadores de manutenção que não devem ser esquecidos

Dentre os principais KPIs de manutenção, existem alguns indicadores que ajudam a identificar o desempenho alcançando vs o desempenho pretendido. Dessa forma, você consegue ter uma ideia de quais ações e estratégias devem ser priorizadas para atingir o patamar almejado. 

Separamos quatro indicadores de manutenção essenciais que vão auxiliar no cotidiano do seu prédio ou indústria. 

MTBF (Mean Time Between Failures)

Um importante indicador para o planejamento operacional da empresa, o MTBF indica o tempo médio entre as falhas de um equipamento, mensurando a sua confiabilidade.

O cálculo do MTBF é muito importante para indústrias que utilizam maquinários e sistemas para sua produção e que, consequentemente, precisam de manutenção.

Por exemplo: uma máquina trabalha 12 horas ao dia. Nesse tempo, ela apresenta quatro problemas sucessivamente. Em cada parada, foram necessários 15 minutos para o reparo, o que provocou 1 hora total de conserto de máquinas. Dessa forma, podemos calcular o MTBF da seguinte maneira:

MTBF = (12×60 – 60) / 4 = 165 minutos

O valor demonstra que, ao longo do período de 12 horas, a indústria deve se programar e considerar a falha a cada 165 minutos.

Os resultados desse indicador refletem diretamente o nível de produtividade para o negócio.

Quanto maior for o valor do MTBF, melhor. Afinal, indica que o equipamento em questão consegue operar por um tempo maior sem falhas, mantendo o ritmo de produtividade.

MTTR (Mean Time To Repair)

De maneira resumida, o MTTR é um indicador de desempenho de manutenção que indica o tempo que uma equipe leva para reparar determinado equipamento. Ou seja, o período que eles levam para consertar um maquinário, por exemplo. 

Para o cálculo, você precisa dividir o tempo total gasto com os reparos, dividindo também pelo valor total de reparos feitos dentro do período. Por exemplo:

MTTR = (5 + 10 + 15) / 3 = 10 minutos

Dessa forma, o tempo médio gasto para reparar algo na indústria é de 10 minutos. A fábrica deve estar ciente desse tempo para identificar problemas de inatividade. 

MPd e MP

O MPd é um tipo de monitoramento das iniciativas de manutenção preditiva. O resultado é feito a partir da fórmula: 

MPd = tarefas do plano de manutenção preditiva / ações programadas do plano x 100.

O MP, por sua vez, atende ao plano de manutenção preventiva e o cálculo é realizado da mesma maneira:

MP = tarefas de manutenção preventiva / ações agendadas do plano x 100.

Os dois indicadores servem para analisar as tarefas realizadas pela equipe de Facilities, por exemplo, permitindo possibilidades de otimização, redução ou identificação de deficiências e gargalos na operação.

Backlog de manutenção

O backlog nada mais é do que um indicador de tempo, e que pode ser usado na manutenção. Esse KPI mede o acúmulo de atividades pendentes para a finalização, mas que não estão atrasadas. 

O backlog é a soma da carga horária dos serviços planejados, programados, executados e pendentes. Para isso, é necessário entender o fluxo de trabalho em ambientes de planejamento, controle e manutenção.

Backlog é a soma dos valores de Homem-Hora aplicados em O.S (ordem de serviço) planejadas, pendentes, programadas e executadas, dividido pelo valor total do nosso Homem-Hora disponível.

Dessa forma, é possível compreender o volume de trabalho de um time e se está bastante excessivo ou não. 

Vale lembrar que em todos os indicadores de manutenção, a tecnologia tem um papel fundamental para gestão de companhias. Afinal, é possível coletar e gerenciar informações de KPIs de maneira mais fácil e confiável. 

Conte com uma empresa especializada neste tipo de serviço.Com isso, será feita uma análise crítica das necessidades e de quais indicadores de manutenção você precisa acompanhar, oferecendo todo o suporte tecnológico possível. Caso tenha interesse em conhecer, acesse nossa página de orçamentos e agende um atendimento. 

Manutenção preventiva predial: por que não negligenciar essa atividade?

Manutenção preventiva predial: por que não negligenciar essa atividade?

A manutenção preventiva predial é fundamental para garantir o funcionamento correto das instalações e outras estruturas de prédios comerciais e residenciais de todos os tamanhos. Neste sentido, é importante estar atento aos riscos que negligenciar essa tarefa pode trazer. 

Muito além de aspectos relacionados à estética da edificação, a manutenção preventiva predial é sinônimo de segurança e durabilidade. Esses fatores contribuem diretamente no cuidado tanto externo quanto interno do prédio, favorecendo funcionários e colaboradores, além de promover resultados mais eficazes para as empresas. 

Apesar da importância para a preservação dos edifícios, a falta de manutenção preventiva predial é um problema recorrente em condomínios e prédios comerciais. Com esse descuido, muitos outros problemas podem aparecer, como infiltrações, rachaduras, aumento de gastos com reparos emergenciais e muito mais. 

Para que você entenda melhor sobre o assunto, preparamos esse conteúdo completo sobre manutenção preventiva predial. Também vamos explicar os pontos negativos que negligenciar essa tarefa pode trazer. Continue a leitura para saber porque a atividade deve ser levada a sério. 

Manutenção preventiva predial: o que é?

Na prática, é um conjunto de ações, serviços e atividades para revisão, controle e monitoramento de instalações, estruturas e operações de prédios residenciais e empresas de todos os tamanhos e segmentos, como shoppings e indústrias. 

Em um plano de manutenção preventiva predial, é possível encontrar tarefas sistemáticas como:

  • Revisões periódicas;
  • Inspeções;
  • Fiscalização;
  • Substituição de peças;
  • Reparos estéticos e muito mais. 

Assim, é possível evitar que os equipamentos e estruturas apresentem problemas que prejudiquem tanto os usuários da edificação quanto o próprio prédio. 

Podemos  dizer que a manutenção preventiva serve para identificar o problema antes que ele apareça, como a quebra de um elevador ou até mesmo um acidente. Por outro lado, a manutenção preventiva predial não faz o trabalho sozinha, é necessário contar com equipes alinhadas de acordo com os planos e indicadores de manutenção. 

Benefícios da manutenção preventiva predial: por que é importante fazer?

Independentemente do porte ou segmento, é importante realizar a manutenção preventiva predial por muitos fatores. 

Na indústria, evita quebras de equipamentos e perdas na produtividade  – fatores que impactam diretamente nos resultados operacionais e financeiros. É preciso ter em mente que nenhuma empresa está livre desses imprevistos. 

Além disso, prédios comerciais de escritórios ou condomínios residenciais também necessitam de um olhar cuidadoso com a manutenção preventiva predial. Isso porque esses tipos de edificações precisam de vários reparos, como manutenção elétrica, limpeza, cuidados com o jardim e muito mais. 

Ao priorizar a manutenção preventiva predial é possível obter diversos benefícios, como:

  • Melhor planejamento para reparos;
  • Redução de custos;
  • Ganho de produtividade;
  • Redução de acidentes e outros riscos;
  • Segurança de parceiros, colaboradores ou moradores;
  • Valorização do patrimônio. 

Por que não se deve negligenciar a manutenção preventiva predial?

Tanto em um edifício residencial quanto em um comercial, ninguém deseja enfrentar transtornos devido à falta de manutenção preventiva no local, não é? Muitos problemas são consequência do desconhecimento sobre a gravidade da ausência de um plano de manutenção. E se acontecer algum acidente então, a culpa vai cair sobre o responsável pela manutenção do imóvel.

Pensando nisso, separamos alguns pontos importantes causados por deixar a atividade de manutenção de lado. Confira:

Infiltrações nos pisos e paredes

As infiltrações podem ser uma grande dor de cabeça para quem trabalha ou vive em um imóvel. Além disso, o problema pode representar risco à saúde humana, especialmente quando se forma o mofo.

Em prédios comerciais, há ainda de se considerar o impacto na imagem da edificação e nas vendas. Afinal, uma estrutura sem manutenção predial não passa uma boa impressão, o que pode prejudicar os resultados. 

Com a manutenção preventiva predial você evita os desconfortos com a imagem e ainda promove melhor qualidade de vida das pessoas que utilizam o local. 

Gastos altos com emergências

Imagine o seguinte cenário: um prédio da sua empresa  está com o elevador danificado e você não tem dinheiro para resolver o problema de imediato. De qualquer forma, você terá que contratar uma empresa especializada para consertar e evitar problemas maiores, não é?

Vale lembrar que, quanto mais tempo você demora para corrigir um problema, mais dinheiro será gasto. Já que outras áreas são atingidas, ainda mais quando o prédio é antigo.

Outro ponto é que contratar serviços de manutenção emergenciais e paliativos não é a opção mais inteligente. Em muitos casos, o barato sai caro!

Com a manutenção preventiva predial, as intervenções são planejadas antecipadamente com atenção pela empresa que realizará o serviço. Ao menor sinal de desgaste, por exemplo, já seriam tomadas medidas para que o problema não acontecesse.  

Perigo de curto circuito e incêndio

É importante deixar claro que a falta de manutenção preventiva predial é uma das principais causas de incêndios e curto circuito. 

Isso porque falhas estruturais podem afetar diversos sistemas e, inclusive, reduzir a segurança com a falta de manutenção elétrica. Com isso, muitos edifícios passam pelo problema que pode ser devastador e irreversível. 

Neste caso, a manutenção predial preventiva é a melhor solução para minimizar os riscos de incêndio e oferecer os equipamentos necessários para controlar, caso aconteça. 

Não deixe chegar a esse ponto, pode colocar a vida e a saúde das pessoas em riscos, além de representar mais gastos para o prédio.

Você pode contar com a ajuda da GFacilities, uma empresa especializada em manutenção preventiva e limpeza corporativa. Nosso time entende as necessidades das empresas e elabora um modelo de operação de acordo com o seu tipo de negócio. Vamos orientá-lo para que você não tenha nenhum prejuízo. 

Nosso time conta com técnicos especialistas nas mais diversas áreas da manutenção preventiva predial. Para saber mais sobre os diferenciais que temos a oferecer para sua indústria ou condomínio, clique no link e preencha o formulário. Vai ser um prazer ajudá-lo a crescer ainda mais! 

Plano de manutenção preventiva: o que é e como fazer?

Plano de manutenção preventiva: o que é e como fazer?

Elaborar um plano de manutenção preventiva é o caminho certo para cuidar de toda a infraestrutura da sua empresa – desde os equipamentos até as estruturas e reparos de rotina. 

Neste tipo de documento ficam registradas todas as atividades que compõem a manutenção de edifícios, fazendo parte da gestão de qualquer negócio. Dessa forma, é possível gerar produtividade e eficiência tanto para a própria empresa quanto para os colaboradores.

Vale ressaltar que o plano de manutenção preventiva é uma peça fundamental para uma boa gestão de manutenção e é um dos principais responsáveis por alavancar os índices de disponibilidade e confiabilidade dos ativos. 

Por outro lado, para garantir os benefícios do plano de manutenção é necessário elaborar um documento que englobe todos os processos operacionais, incluindo o preparo da equipe e uso de equipamentos de segurança. 

Para que você aprenda tudo sobre o plano de manutenção preventiva, preparamos este conteúdo completo sobre o assunto. Acompanhe a leitura com a gente!

O que é um plano de manutenção preventiva?

É um documento que registra todas as tarefas de manutenção preventiva, incluindo a frequência, periodicidade, localização, equipamentos e materiais necessários e as peças de segurança que deverão ser utilizados. Além do levantamento dos profissionais responsáveis pela execução de cada atividade.

O plano de manutenção preventiva precisa ser elaborado em forma de roteiro. Ele servirá de apoio para que todos os envolvidos com a manutenção possam realizar as tarefas de forma eficaz, segura e com alto índice de qualidade.

Além disso, no plano de manutenção preventiva deve constar todos os detalhes que instruam os colaboradores de forma simples. Podendo servir de base para a tomada de decisões em tempo hábil. Inclusive, nesse link há um modelo editável e grátis de plano de manutenção preventiva para baixar em formato excel. 

É importante ressaltar que qualquer atividade do setor de manutenção deve ser planejada previamente. O planejamento de ações está relacionado com a redução de custos de manutenção e elevação de indicadores importantes como MTBF, Confiabilidade e Disponibilidade.

Benefícios de elaborar um plano de manutenção preventiva

Há muitos benefícios para quem elabora um plano de manutenção preventiva. Por exemplo: nas empresas, é possível diminuir os custos e otimizar a produtividade. Já em prédios residenciais, diminuem as chances de acidentes e até mesmo de riscos à saúde humana. 

Afinal, no documento já vai estar constando todas as atividades necessárias para aquele empreendimento. 

Listamos alguns outros benefícios ao elaborar um plano de manutenção preventiva para sua empresa ou condomínio. Confira::

  • Segurança e adequação ao momento atual;
  • Aumento da vida útil de sistemas e instalações;
  • Redução de custos;
  • Garantia da qualidade;
  • Eficiência e produtividade operacional;
  • Aumento na vida útil do imóvel. 

Quais empresas devem montar um plano de manutenção?

Desde grandes companhias até pequenos comércios de bairro devem realizar um plano de manutenção predial. Afinal, ninguém está livre de imprevistos, correto?

As inspeções periódicas, que são definidas no documento, avaliam o processo de degradação de algum componente do processo operacional, normalmente para verificar as falhas que podem levar a prejuízos maiores. 

Principalmente as indústrias que precisam realizar a tarefa de maneira ágil e adequada. Dessa forma, será possível evitar paradas e quedas na produtividade. Imagina você perder um dia todo de trabalho porque não fez um documento com as ações de manutenção necessárias? 

Edifícios comerciais e salas de escritórios, por exemplo, também necessitam de um olhar cuidadoso com a manutenção. Essas edificações pedem reparos elétricos, manutenção de elevador, limpeza e até cuidados com o jardim. 

Por outro lado, com um plano de manutenção preventiva, é possível enxergar melhor os processos e identificar os gargalos da produção, além de reduzir significativamente o desperdício de materiais e mão de obra. 

Isso também vale para pequenos empreendimentos de bairro e lojas. A diferença é que a periodicidade é menor, mas a importância continua a mesma. 

Saiba como montar seu plano de manutenção preventiva

Fazer um plano de manutenção preventiva pode não ser uma tarefa difícil de fazer. Por outro lado, criar um plano de manutenção abrangente e eficaz, pode trazer diversos desafios.

Um plano de manutenção abrangente pode ser criado com o auxílio de algumas ferramentas. Elas podem elevar ou diminuir a produtividade da indústria, execução e gestão do plano. 

Entretanto, independente da ferramenta escolhida, o que é sempre mais importante dentro do plano de manutenção são as informações nele contidas.

Para harmonizar todos os processos que fazem parte da manutenção preventiva, é fundamental a existência de um documento que contenha as seguintes informações:

  • Os serviços a serem realizados;
  • As datas mais estratégicas;
  • Quanto tempo será gasto em cada serviço;
  • Os responsáveis pela execução das tarefas (nome, cargo, função e outros detalhes que achar relevante);
  • Recursos necessários para a execução das atividades, como peças, ferramentas, materiais, consumíveis, entre outros;
  • Custos por unidade e o custo total;
  • Quais maquinários, dispositivos e ferramentas serão necessários.

É possível criar um plano de manutenção dentro de softwares e aplicativos simples, como o  Excel e o Word. 

Caso queira baixar gratuitamente modelos validados e templates editáveis, acesse o link e confira nosso plano de manutenção predial para empresas, indústrias e condomínios. 

Nosso pacote de plano de manutenção predial e limpeza oferece: checklist de manutenção predial, modelo de plano de manutenção e controle, modelo de relatório de diagnóstico e infraestrutura, plano de trabalho de limpeza e conversação e muitas outras dicas para revolucionar os cuidados na sua empresa.

Você também pode terceirizar a manutenção predial com empresas de facilities. Dessa forma, você não perde tempo estruturando uma série de processos complicados. Tudo fica por conta da empresa contratada – eles vão orientar o melhor modelo de operação a ser implantado e garantir a funcionalidade dos ambientes. 
A GFacilities é uma excelente opção para gerenciar de maneira completa o plano de manutenção preventiva da sua empresa. Conte com os nossos serviços nos mais variados segmentos. Caso tenha interesse em conhecer, acesse nossa página de orçamentos e agende um atendimento.

Manutenção Preventiva: importância e quais os benefícios para as empresas

Manutenção Preventiva: importância e quais os benefícios para as empresas

A manutenção preventiva é uma grande aliada das empresas. Isso porque a atividade se refere à verificação periódica de sistemas, maquinários, áreas externas e muitos outros setores. Sendo assim, a manutenção preventiva ajuda a garantir produtividade e um bom ambiente de trabalho para os colaboradores. 

Entretanto, para garantir os benefícios da manutenção preventiva é necessário elaborar um plano de gestão que englobe todos os processos operacionais. Isso sem falar no preparo da equipe e uso de equipamentos adequados. 

Para que você possa entender melhor sobre o assunto e fazer manutenção preventiva na sua empresa, preparamos este conteúdo completo sobre o assunto. Acompanhe a leitura com a gente. 

O que é manutenção preventiva?

É um conjunto de serviços e atividades para revisão, controle e monitoramento de equipamentos, sistemas e áreas externas e internas. Na manutenção preventiva, verifica-se a eficiência de determinados processos de maneira planejada, seguindo critérios pré-estabelecidos pela equipe da empresa ou por uma empresa especializada. 

Dessa forma, a empresa evita que problemas surjam no futuro, como quebra de maquinário, falhas de sistemas e até interrupções na linha de produção da indústria. Com isso, podemos dizer que o objetivo da manutenção preventiva é identificar o problema antes que ele cause um dano maior. 

Vale ressaltar que a aplicação da manutenção preventiva não faz todo o trabalho sozinho. Cada área e equipe precisam estar alinhadas de acordo com o plano de manutenção. 

Quais empresas precisam fazer manutenção preventiva?

A verdade é que todas as empresas, de todos os portes e setores, precisam fazer manutenção preventiva. Afinal, nenhuma está livre de imprevistos, correto?

As inspeções periódicas, como acontecem na manutenção preventiva, avaliam o processo de degradação de algum componente do processo operacional, normalmente com o objetivo de verificar falhas que podem levar a prejuízos maiores. 

Principalmente as indústrias e fábricas precisam realizar a atividade da maneira adequada. Somente dessa forma será possível evitar interrupções e quedas na produtividade. 

Além disso, edifícios comerciais e salas de escritórios, por exemplo, também necessitam de um olhar cuidadoso com a manutenção. Isso porque esses tipos de edificações precisam de reparos elétricos, manutenção de elevador, limpeza e até cuidados com o jardim. 

Isso também vale para pequenos empreendimentos de bairro e lojas. A diferença é que a periodicidade é menor, mas a importância continua a mesma. 

Benefícios da manutenção preventiva

Agora que você já sabe o que é manutenção preventiva, vamos detalhar os benefícios que essa atividade oferece. Melhora na produtividade e um trabalho mais seguro é apenas o começo da gama de vantagens. Entenda melhor:

Planejamento e redução de custos

Ao estruturar um cronograma periódico para suas manutenções preventivas, você consegue enxergar melhor onde há os gastos de recursos sem necessidade, como matéria-prima, insumos, energia ou até mesmo tempo. 

Esses problemas são comuns quando a empresa não faz gestão de manutenção. O que acontece é que os gestores acabam “apagando incêndio” quando o problema aparece, aumentando os custos de uma hora para outra. 

Por outro lado, com um plano de manutenção preventiva, é possível enxergar melhor os processos e identificar os gargalos da produção, além de reduzir significativamente o desperdício de materiais e mão de obra. 

Ganho de produtividade e redução de riscos

Imagine o seguinte cenário: sua indústria ou fábrica está operando normalmente e, de repente, um acabamento em gesso desaba do teto e machuca alguém da equipe. Além do susto e do risco, a operação ainda tem que parar para que sejam feitos os reparos.

Se o seu negócio tivesse investido em manutenção preventiva, provavelmente não teria deixado isso acontecer. Isso porque os especialistas e consultores técnicos já teriam identificado o problema antes mesmo dele acontecer. Dessa forma, você conseguiria tomar todas as medidas necessárias antes que o problema explodisse e afetasse sua produtividade e a segurança de seus colaboradores. 

Segurança de parceiros e colaboradores

Ainda sobre estruturas com falhas, as mesmas podem representar riscos para os trabalhadores. Isso porque a falta de manutenção é uma das principais causadoras de acidentes de trabalho. 

Sendo assim, as inspeções realizadas previamente ajudam a melhorar a segurança e a qualidade de trabalho da mão de obra. Além disso, com um plano de manutenção preventiva, é possível seguir um passo a passo que ajuda os colaboradores a se organizarem.

Valorização do seu patrimônio

É sempre importante frisar que o tempo e a natureza comprometem a estrutura da empresa, principalmente na parte externa. Aos poucos, caso não seja feita manutenção, as condições iniciais do empreendimento podem se degradar, o que garante uma perda de período de vida útil. 

Isso também vale para a vida útil dos equipamentos e sistemas, que pode variar bastante. No entanto, quanto melhor seu estado de conservação, maior será a durabilidade, tanto da infraestrutura do prédio quanto da eficiência dos equipamentos. 

Isso significa que a manutenção preventiva vai identificar as principais necessidades da empresa, conforme as recomendações dos gestores e cultura do negócio. Sem dúvidas, isso vai valorizar ainda mais seu patrimônio comercial. 

Como fazer manutenção preventiva da maneira correta

Como você pode perceber, a manutenção preventiva é indispensável para sua empresa ou condomínio, principalmente se ela acomoda muitos funcionários. Para que os serviços sejam feitos da maneira correta, é importante seguir algumas dicas:

  • Tenha uma equipe preparada para as funções;
  • Se antecipe nas falhas;
  • Monte um calendário para as manutenções preventivas;
  • Utilize os equipamentos de proteção adequados;
  • Conte com a ajuda da tecnologia.

Além disso, você pode contar com a ajuda da GFacilities, uma empresa especializada em manutenção preventiva e limpeza corporativa. Nosso time entende as necessidades das empresas e elabora um modelo de operação de acordo com o seu tipo de negócio. Vamos orientá-lo para que você não sofra com perdas de produtividade e quebras de equipamentos. 

Nosso time conta com colaboradores nas mais diversas áreas da manutenção preventiva em edificações. Para saber mais sobre os diferenciais que temos a oferecer para sua indústria, clique no link e preencha o formulário. Vai ser um prazer ajudá-lo a crescer ainda mais!

Conheça os tipos de manutenção predial que precisam ser feitas mensalmente

Conheça os tipos de manutenção predial que precisam ser feitas mensalmente

Existem diversos tipos de manutenção predial que buscam promover, monitorar e garantir as melhores condições de segurança e conservação das instalações, equipamentos e infraestrutura de uma edificação. É indispensável que as empresas realizem um plano de manutenção, pois elas ganham inúmeros benefícios, como disponibilidade de ambientes em pleno funcionamento e redução de custos com manutenção corretiva para consertos e substituição de peças e equipamentos.

Do contrário, negligenciar os tipos de manutenção predial pode causar danos sérios aos negócios, como interrupções nos processos e perdas financeiras. Então, se a sua empresa não realiza nenhum tipo de manutenção, recomendamos que pare tudo que está fazendo e comece hoje mesmo a olhar para isso. 

Quer implementar os tipos de manutenção predial na sua empresa, mas não sabe por onde começar? Fica tranquilo, nós vamos te ajudar! Continue a leitura deste conteúdo para saber mais informações.

Quais são os tipos de manutenção predial existentes?</h2>

A manutenção predial envolve uma série de atividades para revisão e controle de muitos processos da empresa. Isso significa que a atividade vai fazer o controle e monitoramento desde os maquinários até áreas externas e internas importantes para a empresa. A fim de garantir maior durabilidade, eficiência e evitar que problemas maiores surjam. 

Neste conceito, existem três tipos de manutenção voltados para negócios de todos os tamanhos e segmentos. Entenda melhor:

  • Preventiva: na manutenção preventiva, identifica-se uma série de serviços realizados de maneira antecipada e de acordo com as recomendações de fabricantes e normas, garantindo que a vida útil dos equipamentos e/ou instalações elétricas ou hidráulicas prediais se prolonguem, evitando falhas e quebras e uma possível parada de uso daquele ambiente por indisponibilidade, como por exemplo: quando o ar-condicionado quebra em um dia quente e a sala de reunião tem várias pessoas ou quando o sistema hidráulico dos vasos sanitários deixa de funcionar e o banheiro precisa ser interditado para o uso.
  • Corretiva: é mais voltada para o mundo dos imprevistos, como quando um equipamento ou uma instalação hidráulica, elétrica, ar-condicionado, etc. deixa de funcionar por quebra ou por apresentar mau funcionamento, impossibilitando o uso do ambiente, necessitando de uma equipe técnica que preste um atendimento emergencial para solução do problema. 
  • Preditiva: parecida com a manutenção preventiva, a manutenção preditiva acontece de maneira periódica com tecnologias modernas ligadas ao monitoramento das instalações e/ou equipamentos, através de diagnósticos capazes de prever futuros problemas, antes mesmo dele ocorrer.

Por exemplo: os quadros elétricos de iluminação podem apresentar superaquecimento dos componentes que podemos identificar através de um diagnóstico de termografia, possibilitando atuar de forma ágil antes de uma parada completa na distribuição de energia.

Serviços de manutenção predial: quais atividades sua empresa deve realizar?

Agora que você já conhece os tipos de manutenção predial, chegou a hora de conhecer os principais serviços que as empresas precisam realizar. Listamos os mais importantes:

  • Reparos e Manutenção de Instalações hidráulicas;
  • Reparos e Manutenção de instalações elétricas;
  • Climatização;
  • Inspeção de falhas no sistema de iluminação;
  • Inspeção de telhados e limpeza de calhas;
  • Melhorias no consumo de energia para o sistema de iluminação;
  • Conservação geral de paredes, pisos, pinturas, etc.

Você pode usar um check list para organizar todas essas demandas, aproveite e baixe esse modelo grátis. 

<H2>Como implementar corretamente os tipos de manutenção predial</h2>

Apesar dos inúmeros benefícios, é muito importante olhar com atenção para o plano de manutenção. Afinal, existem detalhes que garantem o sucesso do projeto. Confira alguns pontos importantes para analisar na hora de implementar os tipos de manutenção predial. 

Faça um planejamento dos custos

O primeiro passo para implementar a manutenção predial no seu negócio é fazer um plano de manutenção. É importante ressaltar que essa atividade engloba todos os componentes do edifício, como estruturas, alvenarias, revestimentos, instalações hidráulicas, elétricas, climatização, além de muitos outros equipamentos e sistemas.

Sendo assim, coloque tudo na ponta do lápis, defina prioridades e detalhe os custos de cada atividade. Você pode organizar por setores para se organizar e separar tudo em uma planilha para não se perder.

Vale ressaltar que, neste momento, você vai conseguir enxergar melhor onde há os gastos desnecessários com matéria-prima, insumos e até mesmo de tempo. Dessa forma, fica mais fácil fazer economia no planejamento de manutenção. 

Conte com uma equipe qualificada

Montar uma boa equipe de manutenção predial, pode não ser uma tarefa fácil. É preciso fazer um nivelamento, ver as necessidades, analisar os possíveis problemas relacionados à área e listar todos os tipos de profissionais necessários. 

Além disso, é responsabilidade do gestor de manutenção que cada membro da equipe tenha compromisso com a demanda e incentivá-los para isso.

Algumas dicas para atingir bons resultados, são:

  • Definir com clareza as funções a serem desempenhadas;
  • Incentivar e estabelecer metas;
  • Oferecer treinamentos e cursos para aperfeiçoamento;
  • Estar disponível e valorizar o trabalho do funcionário;
  • Avaliar o desempenho e fazer feedbacks;

Utilize as ferramentas certas

Quando utilizados as ferramentas corretas, o trabalho se torna muito mais produtivo. Na manutenção predial, esse fator é ainda mais importante. 

Isso porque estamos falando de tarefas que podem ser desde as mais simples até as mais complexas. Por exemplo: Limpeza do sistema de climatização, limpeza e reaperto dos quadros de energia e muito mais. 

Repare que cada atividade é única e possui um grau de complexidade. Além de ter um profissional capacitado para realizá-la, é indispensável oferecer os equipamentos certos para a execução das tarefas. 

Use tecnologia de ponta

A tecnologia pode ser uma grande aliada de todo o time. Isso porque ela permite controlar e executar os mais variados tipos de manutenção predial. 

Para se ter uma ideia, hoje em dia, é possível antecipar os problemas e resolvê-los com a ajuda de análises de vibrações, inspeção visual, ultrassom e muito mais. Tudo isso para tornar o trabalho mais eficiente, prático e seguro. 

Vale lembrar que investir em tecnologia é uma das formas de economizar. Afinal, é possível automatizar processos com a ajuda de softwares e reduzir mão de obra. 

Isso sem falar nas inúmeras possibilidades de análise que você tem para sua empresa. 

Contrate uma empresa especializada

Como você pode notar, a manutenção predial está totalmente alinhada com a preservação do seu negócio e dos seus colaboradores, assim como da aparência e conservação dos locais de trabalho. 

Você pode contar com uma empresa especializada para desempenhar o serviço de maneira completa e profissional. A GFacilities, por exemplo, tem o mais alto nível profissional neste tipo de atividade, com profissionais qualificados e tecnicamente treinados para atender os mais diversos tipos de manutenção predial. 

Solicite um orçamento de manutenção predial clicando aqui. Vamos entender as necessidades da sua companhia e oferecer o processo mais adequado para seu escopo. 

Curtiu o conteúdo de hoje? Não deixe de compartilhar com seus colegas da área!